quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Londres em um dia!

Londres em um dia...


Bom, sai do hotel de Paris as 05:40 da manhã, peguei o metrô na estação próxima ao hotel e segui para a Gare du Nord, estação de onde sai o Eurostar, trem bala que chega à 315 km/h.

Graças ao eficiente metrô de Paris, em 15 minutos estava na estação Gare du Nord. Cheguei, tomei um cafezinho e as 07:10 a.m. embarquei rumo à Londres. Antes do embarque é obrigatório passar pelo controle de imigração (ainda na França), então tenha em mãos o passaporte e um comprovante de que você voltará à Paris, no meu caso eu tinha o bilhete de volta e não tive problemas, a oficial até foi bem simpatica.

O valor do bilhete não é tão barato, comparado com as low cost, mas vale a viagem, pois é um trem bala e ainda passa pelo canal da mancha, no eurotunel.
O Eurostar é um trem bonito, muito silencioso, tem vagão restaurante, e nesse horário estava bem vazio.


As 2 horas e 10 minutos de viagem passam bem rápido, nem deu tempo de dormir, pois quis aproveitar a paisagem. É muito legal passar pelo interior da França e Londres. Em breve tentarei colocar um vídeo feito dentro do Eurostar.

As 08:20 a.m. (hora local) chegamos à estação St. Pancras em Londres, é uma estação antiga muito bonita:


Londres possui a segunda maior malha metroviaria do mundo, além de muito eficiente. Dessa forma, para se locomover em Londres, nada melhor do que utilizar o metrô.

Primeiramente, compramos 10 tiquetes e seguimos em direção à estação Baker Street que fica ao lado do Museu de Cera da Madame Tussauds, saimos da estação, compramos umas lembracinhas ali pertinho e seguimos para a bilheteria.
O museu é bem legal, tem vários artistas que parecem de verdade, mas tem alguns como, por exemplo, o Pelé que não parece nem um pouco.

Saimos do museu, descemos na estação Waterloo e fomos rapidinho para a London Eye. A volta inteira dessa roda gigante demora 30 minutos, mas como ela é bem alta (135 metros de altura) a vista é linda, dá pra ver o Palacio de Buckingham, o Big Ben, o rio Tâmisa (foto abaixo).

Vista da London Eye!

Saimos da London Eye e seguimos a pé em direção ao Palácio, passando pela Westminster Bridge (foto acima) tiramos várias fotos do Big Ben, da Westminster Abbey (Ingreja emblemática do filme "Código Da Vinci") e do St. James Park, parque cheio de esquilos que fica ao lado do Palácio.

Ao ver o Big Ben você tem a certeza de que está em Londres, é muito bom ver pessoalmente algo que já tinha visto inúmeras vezes em filmes.

The Big Ben!


Chegamos ao Palácio, mas infelizmente não vimos a troca dos guardas, nem o Príncipe William (que pena). Após vistitarmos a lojinha de souvenirs, almoçamos em frente ao Palácio, andamos mais um pouco e voltamos para o metro.

Palácio de Buckingham!

Portão entre o Parque St. James e o Palácio!

Minha prioridade não era fazer compras, mas para quem desejar, nada melhor do que dar uma passadinha na New Bond Street, Old Bold Street ou na Oxford Street, nem que seja para ficar babando nas vitrines da Prada, Gucci, Tiffany, YSL, LV, Burberry, entre outras.

Saimos da estação London Bridge, passeamos sobre a ponte de mesmo nome e depois caminhamos à margem do Rio Tâmisa, entre a London Bridge e a Tower Bridge, ponte elevadiça que tem duas torres em suas extremidades. Essa ponte é bem antiga, foi construida em 1894, mas é muito bonita, além de ser uma das pontes mais famosas do mundo. Caminhar nessa região é bem agradável, possui pubs e vários escritórios.

Tower Bridge!


Após essa correria, voltamos à estação St. Pancras. Tomamos um café no Starbucks e descansamos um pouco até dar o horário de embarcar de volta à Paris. Achei bem legal um restaurante japonês, estilo Nakombi, com uma esteira gigante. Nessa estação tem lojinhas, mercadinho, farmácia e eu aproveitei para fazer umas últimas comprinhas na terra da rainha. Embarcamos rumo à Paris no horário marcado, pontualidade britânica. rsrs

Ainda não foi dessa vez:
- Ver a troca da guarda real;
- Ir ao Regent Park;
- Passear de barco no rio Tâmisa;

Dicas:
- Se for fazer um "bate e volta" de Paris à Londres, pegue o primeiro trem e volte no último, dessa forma será possível aproveitar bem;
- Vá com um calçado bem confortável;
- A melhor forma de andar em Londres é utilizando o metrô. Dá para ir para todos os lugares dessa forma;

- Leve uma mochila com uma blusinha leve e nada de muito peso;
- Faça como os londrinos, passeie em um dos parques.


Esse bate e volta foi bem corrido, mas valeu a pena e deu para conhecer praticamente tudo o que eu queria.
Como é prático andar de metrô em Londres. Sentirei falta! Sniff

"Mind the gap"

No próximo post falarei sobre Paris.
Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário