quarta-feira, 22 de junho de 2011

Cancún, tudo de bom!

Fiz essa viagem em Março de 2010, época razoavelmente quente, ventava um pouco, mas foi maravilhoso…
A melhor parte da viagem, nadar com os golfinhos, atividade encontrada em vários lugares...



Bom, fiquei hospedada no Hotel Oasis Palm Beach, na Boulevard Kulkukan, km 4,5 na Zona Hoteleira. O hotel não é tão próximo das baladas e dos shoppings (km 10 da Kulkukan), ele fica ao lado do embarcadero, mas como tem praia particular, piscina e várias atividades achei ele muito bom.

Hotel Oasis Palm Beach:

Era um período próximo ao spring break. A princípio tinha um pouco de receio, pois falam que tem muita bagunça nessa época, mas não vi problemas durante minha estadia. A vantagem de ficar nessa rua é que vários pontos turísticos estão lá, sendo bem fácil de se locomover de ônibus ou táxi. Também é fácil andar de carro, existem várias locadoras de carro na região ou até mesmo no aeroporto. Na próxima acho que irei alugar um carro.

O Hotel é grande, tem sistema all inclusive, com 6 restaurantes e 4 bares (se não me engano), além de uma churrascaria paga a parte. Os bares servem bebidas e café durante todo o dia. O bar da piscina serve batata chips, hot dog e sanduíches. São duas piscinas de uma tamanho bem legal.


Além de fitness center e spa (extra fee) existem vários esportes aquáticos no próprio hotel, pois ele uma praia particular no fundo. Na época em que nos hospedamos era possível até andar de jet ski no próprio hotel, hoje não sei se continua igual:

A praia é limpa, mas possui algas (elas que fazem as águas de Cancún serem tão cristalinas) que são retiradas toda manhã.

Como já disseram em outros fóruns, o mar é lindo, mas não tem uma grande faixa de areia.

Vista da janela do quarto:

Praia do hotel (com algumas algas, mas seria limpa logo após):

Esse hotel está ao lado do Embarcadero (de onde saem o Jungle tour e os barcos para Isla Mujeres), os quartos são espaçosos, estavam limpos e tem vista para a lagoa Nichupte ou para o mar. E por falar em mar, que mar maravilhoso, quantas cores de azul... é simplesmente lindo...

Tons de azul:

Água transparente, da para ver minha unha francesinha:

No primeiro dia ficamos curtindo o hotel, pois é bem grande, almoçamos, nadamos e jantamos, primeiro sushi e depois frutos do mar. Estávamos famintos. rsrsr

Sushi:

Isla Mujeres
No segundo dia, as 9:30 am, apesar de ventar um pouco fomos ao Embarcadero (Puerto Juárez) e de lá seguimos de barco para Isla Mujeres, são 30 minutos. Na ilha é possível alugar carrinhos de golf (para quem não tem pressa), moto (para quem sabe andar) ou andar de taxi, lembrando sempre de combinar a corrida antes, pois eles não usam taximetro.

Após andar pela ilha, próximo ao desembarque, preferi optar pelo taxi para chegar ao Dolphin Discovery. Assim que entramos, paguei o valor do "parque" e comprei o nado com os golfinhos chamado dolphin encounter, paguei mais ou menos 69,00 dólares mais a entrada.

Dolphin Discovery:

Momento muito fofo, pena que você não pode tirar fotos (tem que comprar as 4 que eles tiram):

Eu simplesmente amei nadar com os golfinhos, meu marido não quis e ficou de longe tirando algumas fotos, não é permitido fotografar de perto porque eles tem fotógrafos e cobram pelas fotos, em torno de 10 dólares por foto, mas dá para negociar. O parque não é lá essas coisas, é bem pequeno, gostei do passeio, mas na próxima nadarei com golfinhos em Xei-ha, ou melhor, farei o sea trek por lá.

As 16:00 hs já estava de volta ao Hotel, tomamos um banho e fomos para o "point" de Cancún, passamos no Plaza Caracol e depois paramos no Coco Bongo. Comemos no Hooters, passamos na The City e voltamos para o Hotel. No hotel não tem wi-fi, ou seja, não deu para usar skype, acabei comprando um cartão pré-pago.

Tiramos o terceiro dia para compras, pois Cancún tem preços ótimos, os tênis estavam com preços iguais aos de Miami. Primeiramente fomos ao centro de Cancún, em frente ao pegamos um ônibus em direção ao Walmart que fica no centro de Cancún, demora uns 25 minutos. Lá, compramos umas comidinhas e andei um pouco ao redor, devo confessar que o centro é bem mais feio que a Zona Hoteleira, mas é onde você sente que realmente esta no México e pode conhecer um pouco da cultura (se estiver com tempo).

Fomos ao shopping La Isla, um shopping bem legal, com várias lanchonetes conhecidas (Planet Hollywood, Johnny Rockets, Italianis, Chilis, etc.), existe até um Aquário em que é possível nadar com golfinhos. Lá comprei tênis, camisetas, lembrancinhas, molho de pimenta e garrafinhas de bebidas. Saimos e fomos para o Plaza Kulkukan, um shopping bem bonito com várias lojas de grife, como por exemplo, Louis Vuitton, Fendi, Cartier, entre outros, adorei o shopping, mas nesse não fiz muitas compras. rsrsr

Fomos à Playa Delfines, um lugar muito bonito com uma vista espetacular. Lugar ideal para apreciar um Pôr do sol com o maridão e depois seguimos para o hotel onde jantamos e descansamos, pois o dia seguinte iríamos para o parque Xcaret, o ingresso foi comprado no Embarcadero e um ônibus nos buscaria no hotel as 9:00 am. Também é possível ir de carro ou ônibus, mas fique mais segura indo de excursão.

Xcaret
O dia começou quente e sem vento, o ônibus passou no hotel as 9:15 hs e, como toda excursão, fomos de hotel em hotel pegando o resto do grupo. Lá pelas 11:00 estávamos em Xcaret, lugar lindo, simplesmente D+. Logo que entramos passamos pela lojinha de souvenirs e vimos umas chocadeiras de ovinhos de codorna, em amo animais e adorei ver as codorninhas saindo dos ovinhos.
O ingresso do parque me dava direito a almoço, bebida (refrigerante, isotônico ou água), batata chips, toalha e equipamentos de mergulho (nadadeiras, snorkel e colete salva-vidas), mas estes você só pode pegar uma vez, se devolver não pode pegar de novo.
Pegamos o equipamento de snorkel, colete salva-vidas e nadadeiras pare entrarmos no rio artificial subterrâneo que percorre quase todo o parque. Fiz o trajeto todo, pois é muito gostoso, dá para ver alguns peixes, passa por lugares escuros e no caminho tem sempre algum fotografo do parque para depois te vender a foto (elas ficam expostas na saída).

Saímos do rio com fome, comemos umas batatas chips, tomei um sorvete e quase tomei uma piña colada sem álcool (me arrependi de não ter tomado, mas estava com pressa).

Piña colada:

Nado com golfinnhos:


Devolvemos os equipamentos, pois não queríamos ficar carregando por todo o parque,  e fomos direto para a praia do parque, lugar lindo. nadamos um pouco e presenciamos o momento em que soltavam os filhotinhos de tartaruga no mar, pois o parque desenvolve um projeto de proteção as tartarugas. Existem umas enormes dentro do parque!

Praia Xcaret:

Tartarugonas:


Pegamos bóias (grátis) e ficamos relaxando numa lagoa mais isolada até a chegada de uma excursão escolar, chegaram umas 50 crianças de escola pública (o parque oferece ingresso à crianças menos favorecidas, se não me engano 1 vez na semana) e como algumas ficaram sem bóias demos as nossas.

Fui ver o pessoal nadando com golfinhos e, para ser sincera, recomendo nadar com eles no próprio parque caso sua estadia em Cancún seja curta igual a minha (não achei que valeu tanto a pena ir para Isla Mujeres, apesar de ser lindo). O lugar é pequeno e não dá para ser empurrado pelos golfinhos tão onge quanto no Dolphin Discovery, mas você ganha beijos e abraços do mesmo jeito.

Almoçamos num restaurante mexicano, self-service, a comida não é lá essas coisa, pelo menos para mim que não sou tão fã de tacos e burritos, mas dá para o gasto. Depois fui conhecer o restante do parque, tem um borboletário e alguns lugares imitam ruínas mayas. Existem vários animais pelo parque, como algumas iguanas que andam soltas por lá.

Iguanas:

Não quis ficar para ver o show e quase entrei no parque Xplor, que pertence ao mesmo grupo do Xcaret, mas como alguns turistas do meu grupo falaram que era muito "fraquinho" (não tem tantas atrações) pelo preço, dizem que é mais para aqueles que amam esportes e aventura, então eu preferi deixar para uma próxima.

O ônibus que leva e traz ao parque é todo decorado:


O Xplor possui cavernas, trilhas para fazer a pé ou de jipe, rio para rafting e uma enorme tirolesa de 3 km que passa por uma cachoeira. Existem também estalactites e estalagmites. O preço, como de costume, é um pouco salgado 99 dólares. Ele fica bem perto do Xcartet, dá para fazer os dois parques no mesmo dia. Todos os funcionários se vestem com exploradores de cavernas e, pelos cometários que li, são muito gentis. Me falaram que o passeio de buggy é bem legal (dura me média 35 minutos). O buffet é incluso no preço e eles não servem refrigerante, somente água e suco natural, o objetivo do parque é ser mais rústico e natural.
Devido às informações que tive sobre o Xplor, acho que o Xcaret vale muito mais a pena. Agora se você tiver tempo e dinheiro vá aos dois para não ficar com vontade rsrs.

Voltamos para o hotel e as 19:00 hs fomos para o shopping La Isla novamente, fizemos nossas últimas compras e voltamos, comemos no restaurante italiano do hotel, mas devo confessar que preferi o japonês.

No último dia, acordamos cedo e depois do café ficamos na praia do hotel. Almoçamos e fomos de táxi para o aeroporto. Voamos de Mexicana, adorei, mas agora ela não faz mais esse trecho devido à problemas financeiros. Fim dessa maravilhosa viagem. 

No próximo post falarei sobre roubadas e darei dicas sobre a cidade.

Até mais!!


4 comentários:

  1. adorei este lugar estou noiva pois vou convenser meu noivo para que nós possamos ir em nossa lua de mel

    ResponderExcluir
  2. Cancún é o paraíso. Perfeito para uma Lua-de-mel, já que mistura baladas, natureza e compras. Agrada à todos.
    Felicidade e até mais.

    ResponderExcluir
  3. galera to indo para Cancun gostaria de saber se do aeroporto para o Hotel Oasis tem como pegar taxi e se alguém sabe mais ou menos quanto é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É super tranquilo ir de taxi para o Hotel, só não me lembro o valor que paguei.
      Boa viagem!

      Excluir