sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Pacote turístico ou viajar por conta própria?

O que é melhor na hora de programar uma viagem?

Foto:http://novasleis.com.br
Acredito que para ter uma viagem dos sonhos, sem dor de cabeça, é preciso muito planejamento e se possível saber se comunicar na língua local, mas às vezes por falta de tempo, ou falta de conhecimento acabamos gastando fortunas em viagens mal-aproveitadas, cheias de furadas.
Obama Frustrado
Pessoalmente, eu procuro evitar pacotes turísticos sempre que possível, pois não acho muito legal ficar em um ônibus passando de hotel em hotel para pegar outros turistas e finalmente quando chegamos ao destino não podemos aproveitar da maneira que queremos, pois temos horários fixos a serem seguidos, mas em alguns casos acho super válido para não ficar estressada na viagem.


Por exemplo, a primeira vez que fui para a Disney preferi ir com um Pacote da CVC, pois eu era adolescente, ninguém queria dirigir fora do país, nunca tinha viajado para os Estados Unidos e o meu inglês não era muito bom. Acho que na ocasião fiz a escolha certa, pois foi a melhor viagem da minha vida. O guia turístico, o Osvaldo, que morava em Orlando há muito tempo, foi ótimos e nos deu muitas dicas. O grupo era um grupo grande, mas estávamos todos no mesmo hotel, fato que facilitou bastante.

Depois, numa segunda vez, já conhecendo a cidade e sabendo o que iria fazer preferi ir de Fly and Drive. Também foi a melhor viagem da minha vida (rsrs), mas eu pesquisei bastante, levei GPS e fiz um roteiro bem legal, para não precisar pesquisar nada na hora. Quem quiser uma cópia do meu roteiro de 7 ou 10 dias com Miami é só me pedir. 

Nunca mais comprei pacote para os Estados Unidos, pois adoro dirigir por lá.
Meu sonho de consumo!


Em algumas viagens para o Nordeste, preferi ir com Pacote, pois não queria dirigir muito e estava com vontade de conhecer os locais tradicionais, mas mesmo assim sempre tinha dias livre para fazer algo que eu tivesse vontade. Confesso que me estressei muito passando de hotel em hotel para pegar ou deixar os outros passageiros. Chegamos a perder 3 horas diárias com isso.

Já para a Europa, dependendo do local sempre irei preferir pacote turístico devido ao idioma ou até mesmo devido ao trânsito. Para a maioria dos lugares da Asia, exceto Japão (pois tenho guia local), eu também me sinto mais segura indo com pacote turístico.

Agora para cidades que possuem uma boa malha metroviaria, como Paris, Londres, Nova York, Japão e algumas outras cidades acho melhor pesquisar bastante, fazer um bom roteiro e ir por conta própria.

Conclusão, se você já conhece a Cidade, ou se pesquisou bastante e se sente confiante para desbravar o lugar vá por conta própria. Agora, se você estiver receoso em relação à comunicação ou estiver com medo de se perder ou ainda, não se sente confiante para dirigir em um lugar diferente, compre um pacote turístico e tenha as melhores férias da sua vida.

De qualquer forma, sempre escolha um local confiável para compar seu pacote, suas passagens, sua reserva de hotel, ou o aluguel do carro.


Aproveitando a postagem é importante saber que caso você desista de um pacote turístico, terá direito a receber 80% do valor de volta, de acordo com decisão do STJ.

O ministro do STJ Paulo de Tarso Sanseverino, relator do recurso, acredita que a cláusula contratual que estabelece multa de 100% sobre o montante pago pelo pacote de turismo trata-se de uma Cláusula Leonina, ou seja é algo abusivo, ferindo a legislação aplicável ao caso, seja na esfera do Código Civil, seja âmbito do Código de Defesa do Consumidor.

Citando doutrina e precedentes, o relator concluiu que o entendimento adotado pelo Tribunal de Justiça merece reforma, pois não é possível falar em perda total dos valores pagos antecipadamente, sob pena de se criar uma situação que, além de vantajosa para a fornecedora de serviços, mostra-se excessivamente desvantajosa para o consumidor.

Para maiores informações, visite o site Novas Leis.

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário